Notícias

ROSEANA, TEMER E SARNEY: JUNTOS CONTRA OS DIREITOS DOS TRABALHADORES

A emblemática foto registrada no aniversário do ex-senador José Sarney, na última segunda-feira, em que ele aparece no meio do cumprimento entre o presidente Michel Temer e a ex-governadora Roseana, entrará para a história como o retrato da união dos políticos contra a luta dos trabalhadores brasileiros.

Os três têm atuado incansavelmente para a aprovação das reformas da Previdência e da legislação trabalhista, que preveem uma série de perdas para os brasileiros nos próximos anos.
Uma das principais medidas previstas por Temer, a Reforma da Previdência deverá aumentar a idade mínima de aposentadoria para 65 anos e igualar a idade entre homens e mulheres e entre trabalhadores do campo e da cidade.

Já a iniciativa aprovada na Câmara (PL 4330/2004) e tramitando atualmente no Senado, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 30/2015 autoriza a terceirização das atividades-fim. A proposta universaliza, assim, tipos de contratos que hoje só podem ser realizados quando se referem a atividades-meio, como limpeza e segurança — ou seja, serviços que não tenham relação com o produto ou serviço oferecido pela empresa.

Ainda há a intenção do governo de ampliar a jornada de trabalho a 48 horas semanais, com um teto de 12 horas diárias. Hoje a carga diária é limitada a 8 horas.

As reformas trabalhistas e da Previdência ameaçam a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), propostas pelo governo Temer, e prejudicam diretamente a população de baixa renda e os mais pobres. Contra isso, uma greve geral de trabalhadores está marcada para esta sexta-feira (28).

Temer e Sarney agem juntos aos políticos em Brasília para aprovar o pacote de maldades aos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros. Já Roseana plantou residência na capital federal para tentar manipular os votos de todos os parlamentares maranhenses a favor das reformas.

Juntos, os três trabalham contra o povo brasileiro. Como bem mostra a foto.

Deixe uma resposta